planejamento logístico planejamento logístico

Planejamento logístico: confira 7 dicas para fazer um eficiente

6 minutos para ler

Você investe no planejamento logístico da sua empresa? As rotinas de uma empresa de logística são complexas. Por isso, quem trabalha na área precisa estar sempre atento para evitar situações que possam comprometer a qualidade do serviço prestado.

Em outras palavras, o gestor precisa estar preparado para entregar sempre um serviço de qualidade. Alinhando expectativas e trabalhando ao lado da equipe, ele precisa orientar os profissionais para que eles evitem atrasos e consigam atuar com alta performance. Desse modo, os processos conseguirão obter um elevado padrão de qualidade, fundamental para o sucesso da empresa em médio e longo prazos.

Quer saber mais sobre o tema e como utilizar o planejamento logístico ao seu favor? Então, confira o post a seguir!

O que é o planejamento logístico?

O planejamento logístico pode ser definido como uma política corporativa voltada a otimizar os processos de trabalho de uma empresa da área. Ele combina tecnologias, metodologias operacionais e mecanismos de gestão para garantir alta performance. Assim, os times podem ter o apoio necessário para conseguir atingir as metas e resultados que são esperados.

Uma política de planejamento logístico deve ser feita avaliando o perfil da empresa e do mercado em que ela atua. Isso tornará as medidas mais efetivas, ou seja, amplia o impacto causado pelas escolhas dos gestores. Dessa forma, os serviços do negócio manterão um padrão de qualidade muito acima do esperado por clientes e parceiros comerciais.

Por que ele é importante?

O planejamento logístico é crucial para as empresas do setor. Ele dá uma orientação precisa para as equipes sobre o que é esperado e como as metas serão alcançadas. Além disso, otimiza fluxos de trabalho e mantém as equipes alinhadas em torno das mesmas metas.

Um bom planejamento, em outras palavras, traz uma série de impactos positivos. Entre os principais, podemos apontar:

  • redução de custos;
  • mais aderência a prazos;
  • aumento do nível de fluidez da cadeia operacional;
  • mais integração com novas tecnologias;
  • possibilidade de manter um nível de performance mais uniforme;
  • maior nível de automação;
  • criação de um banco de dados inteligente sobre o negócio;
  • mais habilidade para otimizar a empresa como um todo.

Como fazer um planejamento logístico de qualidade?

Para montar o planejamento logístico do seu negócio, diferentes abordagens podem ser aplicadas. Conheça as principais a seguir e veja como utilizá-las na sua companhia!

1. Determine objetivos

Ter objetivos claros e conhecidos por todos é fundamental para planejar qualquer coisa. Portanto, mantenha uma comunicação com todos os setores e defina metas de modo integrado. Isso garantirá que a sua empresa sempre ficará alinhada em tornos dos mesmos ideais, evitando conflitos e demais problemas que ocorrem quando pessoas trabalham com focos diferentes.

2. Faça a administração do estoque com o apoio da tecnologia

A tecnologia pode ser crucial para identificar o posicionamento de cada mercadoria na cadeia de logística do negócio. Portanto, invista na Internet das Coisas e em mecanismos de gestão. Eles tornam o rastreamento de cargas mais ágil e alinhado com as expectativas do mercado.

3. Aposte em rotas que utilizam a integração de modais

O Brasil tem múltiplos modais de transporte. Para maximizar a competitividade da empresa, uma boa abordagem é aproveitar o máximo de cada um. Definindo rotas mais flexíveis, você terá um serviço mais eficiente e com alto custo-benefício para os seus clientes.

4. Defina prazos com cuidado

Os prazos são um dos principais fatores para definir a qualidade de um time de logística. Mas para que o cliente fique satisfeito, eles devem ser definidos considerando metas realistas. Por isso, trabalhe ao lado das equipes para ter uma fórmula de cálculo de prazo precisa e que evite a criação de um cenário em que a empresa se mantém pouco aderente a eles.

5. Aposte em novas tecnologias

O mercado de logística é mais um setor que está passando por mudanças graças à transformação digital. Por isso, apostar em novas tecnologias deve ser visto como uma estratégia muito importante para a sua empresa: a Internet das Coisas, os sistemas de gestão e a análise de dados precisam ser empregados para otimizar o planejamento, evitar atrasos e tornar o dia a dia da companhia mais colaborativo e inovador.

6. Adote indicadores de qualidade

Toda empresa deve ter as suas rotinas mensuradas para garantir boa qualidade em médio e longo prazos. O mesmo vale para investimentos, que devem ter o seu resultado otimizado. Com o apoio de indicadores como o ROI, isso pode ser feito: eles dão ao gestor uma visão completa sobre os fluxos de trabalho da empresa e o que pode ser feito para otimizar cada um.

7. Tenha o apoio de um sistema de gestão integrada

Não são apenas as novas tecnologias que podem ser utilizadas para otimizar o fluxo de trabalho da sua empresa. As ferramentas de gestão integrada também podem ser incorporadas no dia a dia da companhia. Afinal, elas conseguem ampliar drasticamente a qualidade do serviço prestado.

O ERP centraliza dados de gestão. Ao mesmo tempo, caso integrado com outras aplicações, torna o fluxo de dados mais ágil e preciso. Deste modo, o gestor consegue acompanhar rotinas com mais facilidade e evitar que problemas se perpetuem.

Uma empresa de logística pode ser afetada por vários fatores. Vencer os desafios relacionados a eles só é possível quando a empresa conhece os riscos das suas atividades. Além disso, a implementação de boas práticas mitiga erros e amplia a habilidade do serviço ser executado conforme os padrões do mercado.

Essas estratégias podem ser combinadas em uma política de planejamento logístico. Com ela, a empresa pode mitigar riscos, evitar falhas e otimizar o seu ambiente de trabalho. Assim, é possível criar uma performance contínua até mesmo em instantes de alta demanda.

Portanto, não deixe de investir no planejamento logístico para o seu negócio. Alinhando investimentos em tecnologia, o uso de indicadores e o alinhamento de expectativas, a empresa pode atingir melhores resultados em médio e longo prazos. Afinal, os seus times terão mais habilidade de entregar um trabalho de qualidade para os seus clientes.

Curtiu esse post? Então, compartilhe nas suas redes e faça com que mais pessoas da sua equipe conheçam a importância do planejamento logístico!

Posts relacionados

Deixe um comentário